domingo, 8 de julho de 2007

Férias, Inglês e "Espionagem"


Desde fevereiro de 2005 não sei o que são férias. Todo esse período sem férias se deve a troca que emprego que fiz. Agora que posso finalmente aproveitar novamente e ter um descanso (ou não), o que fazer? Nada melhor que unir o útil ao agradável.

Como a minha esposa ganhou no final do ano passado um bolsa para estudar Alemão em Essen (Alemanha) e após este curso começou a trabalhar novamente aqui, não teríamos condições de tirar férias num período em comum.

Para não aumentar o meu complexo de "nunca fui pra fora do Brasil"/"nunca andei de avião", decidimos que eu faria um curso de Inglês fora. Por "decidimos" entendam que rearranjamos as contas da casa pra isso. Onde? Canadá.

Primeiro motivo: dos lugares para se aprender Inglês, tais como Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, etc, o Canadá apresentou o melhor custo/benefício. Tanto em termos de preço de passagem, distância e câmbio.

Segundo e mais importante: poderia conhecer a cidade para onde queremos ir, e assim ter um "prévia" do que iremos encontrar por lá.

Pode parecer bobagem, mas não me sinto tranquilo em ir para um lugar, em caráter definitivo, envolvendo um custo elevado, sem nunca ter estado em tal lugar!

Então serão 3 semanas em Toronto em setembro estudando na ILSC.

Melhorar o Inglês para o IELTS (e para a vida), aproveitar minhas férias e conhecer um lugar que parece muito legal e "espionar" um pouco as vizinhanças de Toronto.

Essa semana eu entrei com a papelada na agência de viagens para pedir o visto para o curso. Até o final do mês terei a resposta.

Notícias em breve.