sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Incrédulos...

Apesar de não divulgarmos publicamente nossos interesses de imigração, alguns amigos e parentes já sabem dos nossos planos. Normalmente os amigos nos apóiam, e alguns também pensam em emigrar.

Mas na família que as coisas são um pouco diferentes... Na minha família até que a idéia já está sendo aceita. Afinal, minhas irmãs resolveram emigrar pra Europa. A maior desconfiança foi porque já estamos há alguns meses dizendo que vamos pro Canadá, mas eles não viam nada de concreto. Mas depois que explicamos como era o processo do visto e como estávamos planejando tudo, eles caíram na real e viram que a gente não estava só falando da boca pra fora.

Já nos meus sogros a situação muda um pouco. Meu sogro vê as notícias dos imgrantes que foram atrás do sonho americano voltando pra casa e acha que nós estamos na mesma categoria. Ele insiste que estamos sonhando e que precisamos cair na real. Pra ele, precisamos é nos endividar com um eterno financiamento da nossa casa própria. Já tentamos mostrar pra ele como é a situação no Canadá, mas não adianta. Acho que ele só vai acreditar que estamos fazendo a coisa certa depois que estivermos estabilizados por lá.

Meu marido se irrita com o comportamento dos nossos pais. Eu já acho que é mais um incentivo. Precisamos continuar lutando, e vamos mostrar a eles que a gente sabe o que está fazendo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Milene,

Creio que esta incredulidade vocês irão enfrentar até o dia em que tiverem sua casa própria no Canadá. Por ser um bem de alto valor no Brasil, e sinônimo de estabilidade.

Conosco também não tem sido diferente. No momento, estamos aguardando a chamada para o exame médico, e mesmo assim minha sogra e minha mãe demonstra incredulidade. É de irritar!

Tenha paciência, e mesmo que a visão de uma vida nova noc Canadá gere muito entusiasmo para vocês, procure compartilhar menos sobre o Canadá. É melhor, para não gerar atrito. Vão tocando o processo e quando em silêncio o máximo que for possível. Sei que é difícil, mas tentem, será melhor para vocês.

E procurem se reunir com pessoas que também estão imigrando, de maneira que possam falar abertamente sobre seus sonhos e receios sem serem ridicularizados.

Um grande abraço
Márcio Henrique Barros

\(^_^)/ disse...

Olá, Márcio!

Você está certo. Apesar de ser difícil não tocar neste assunto, vamos tentar restringir aos encontros de futuros emigrantes. Ao menos o blog já ajuda bastante a desabafar. E na lista de discussão dá pra trocar bastante informação.

E pra você, que já está mais adiantado no processo, imagino que seja bem mais difícil de não falar sobre a emigração.

Abraços e Boa Sorte!

Henrique Morais disse...

Olá Milene,
Eu, minha esposa e minha filhinha estamos nos preparando para a nossa ida e também colocamos o nosso processo esse mês. Devemos chegar ao Canadá na mesma época que vocês. Parabéns pela decisão. Enfrentamos também os mesmos problemas com a família da minha esposa. A diferença é que já temos nosso apartamento aqui e que estamos "estabilizados" como se estabilidade fosse sinônimo de dinheiro e casa própria. Estamos vendendo tudo e indo mesmo assim e sabemos que lá no Canadá estaremos mais felizes, seguros e tranquilos. Sem falar na possibilidade de propiciar para a nossa filha uma vida num país ético e onde a honestidade é valorizada.
Vão em frente não cometam o mesmo erro que nós que ficamos aqui por 8anos, sempre na crença que as coisas irião melhorar...e etc. Ralamos um bocado para conseguir nosso AP e ter nossa filha e cada vez mais ficamos sabendo que as perspectivas do país são duras e olhe que estou acabando meu doutorado e ela tem mestrado em psicologia e ainda não conseguimos ter vida social e familiar aqui, e olha que trabalho e tenho muitos contatos, hein! Sem falar nas impressionantes e dramáticas situações desonestas que já vi por aqui.

Uma dica: Dá para o teu sogro um artigo: desigualdades socioecoinomicas Brasil/Canadá: uma análise a partir de extremos coloquei um link para ele no meu blog, na parte de imigração. Acho que servirá para que ele entenda claramente a situação.

Boa sorte!
Henrique e Aline
canada-brazil.blogspot.com